Museu Escola - Unesp Botucatu /SP
Ordem Accipitriformes

 

A denominação “aves de rapina” é designada para aves carnívoras que caçam suas presas ativamente, em pleno vôo e as carregam para se alimentarem em outro lugar. As aves de rapina enxergam muito bem durante o dia ou à noite possuindo olhos frontais, garras fortes e bicos curvos adaptados para cortar carne. O termo “aves de rapina” refere-se a três ordens: ACCIPITRIFORMES (águias e gaviões), FALCONIFORMES (falcões e carcarás), CATHARTIFORMES (urubus e condores) e STRIGIFORMES (corujas). 

Nesta seção vamos tratar dos ACCIPITRIFORMES aves de bico curvo e bem cortante, garras afiadas com as quais captura a presa. Todas as espécies são monogâmicas sendo a fêmea um pouco maior do que o macho. Enquanto ela defende o ninho, o companheiro procura alimento para a família.  

Nesta Ordem, há espécies que apresentam polimorfismo de coloração, ou seja, indivíduos da mesma espécie, população, idade e mesmo sexo apresentam padrões de coloração distintos e são classificados em ‘morfos’. Os indivíduos são chamados de "morfo escuro" ou "morflo claro". 

Em Botucatu, registramos 12 espécies da Familia: gaviãozinho, gavião-tesoura, gavião-gato, gavião-peneira, tauató-miúdo, sovi, gavião-pernilongo, gavião-caboclo, gavião-preto, gavião-de-cauda-curta, gavião-carijó e gavião-de-rabo-branco.

 

Gostaria de saber mais sobre a Ordem e as aves de rapina? Conheça o Site Aves de Rapina do Brasil

 

Como citar:

Autores:
Data Publicação: 28/10/2016
Página: http://museuescola.ibb.unesp.br/subtopico.php?id=4&pag=57&num=10