Museu Escola - Unesp Botucatu /SP
Ordem Strigiformes

 

 

No Brasil, temos duas famílias de corujas: Strigidae (corujas e mochos) e Tytonidae (suindara). Exceto a coruja-buraqueira, todas as corujas são aves noturnas. Caçadoras ativas tem o sentido da audição apuradíssimo e grande sensibilidade à visão noturna. Possuem garras e bicos fortes e as penas são especiais de forma que voam sem fazer qualquer ruido. Na dieta estão artrópodes (gafanhotos, baratas, besouros), pequenos mamíferos (roedores), aves e répteis. O trato gastrointestinal dos strigiformes não digere ossos, penas, pelos, bicos, unhas e carapaças, e todo esse material é regurgitado na forma de pelotas! Como as demais aves de rapina, as fêmeas são maiores do que os machos. Todas as espécies de coruja são monogâmicas e são pais muito zelosos com a sua prole.

Como citar:

Autores:
Data Publicação: 19/11/2016
Página: http://museuescola.ibb.unesp.br/subtopico.php?id=4&pag=57&num=15