Museu Escola - Unesp Botucatu /SP
DSTs

sexo_neisseria_gonorrhoeae.jpg   GONORRÉIA 

 

   Sinônimos:  Uretrite Gonocócica, Blenorragia, Fogagem. Popularmente conhecida comopingadeira, esquentamento, gota matinal, escorrimento, etc.

 

   AgenteNeisseria gonorrhoeae (bactéria)

   

A infecção causa a inflamação da uretra (uretrite). A pessoa tem ardor ao urinar e produz uma secreção purulenta. Aumenta o número de idas ao banheiro e o paciente fica com a sensação de que a bexiga não foi esvaziada totalmente. A gonorréia no homem e na mulher são bem distintas. No homem inicia-se, após um período que varia de 2 a 10 dias do contato sexual, com uma secreção amarelada, viscosa e muito abundante. Já na mulher pode não haver manifestações (forma assintomática), contudo, quando apresenta, esses problemas são traduzidos com corrimento vaginal, amarelado, bem viscoso e quase sempre com odor ativo.

Se a doença não for prontamente combatida, podem surgir complicações; no homem, na próstata e no testículo, a infecção se torna crônica e após alguns anos pode determinar uma diminuição no número de espermatozóides; na mulher freqüentemente leva à salpingite (infecções nas trompas) que causa fortes dores na barriga, principalmente durante o relacionamento sexual. A salpingite pela Gonorréia complica-se com obstrução da trompa, sendo causa de esterilidade (impossibilidade de ficar grávida). Pode ainda formar uma coleção de pus na trompa que se rompe, causando uma infecção na cavidade abdominal (entre os intestinos), o que representa grave ameaça à vida. Não muito raramente a Gonorréia complica-se, levando a infecções nas articulações, fígado e cérebro. Durante o parto a mulher com gonorréia transmite a doença ao bebê, podendo a criança desenvolver cegueira.

 

mundo_mouse.jpg

Para saber mais:

 

Atenção: são fotos de grande impacto

http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/ssaude/programas/aids/gib6/i16pag12.htm

Como citar:

Autores: Camila Contin Diniz de Almeida Francia,
Data Publicação: 00/00/0000
Página: http://museuescola.ibb.unesp.br/subtopico.php?id=2&pag=8&num=1&sub=64